Casos de SRAG vêm subindo desde antes das festas de fim de ano, diz especialista

Coordenador da Fiocruz afirma que a tendência de crescimento de infecções acontece desde o início de dezembro e que situação requer medidas sanitárias

Da CNN

Ouvir notícia

O número de novos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Brasil passou de 15 mil, na primeira semana de janeiro deste ano, para 19 mil na segunda semana do mês.

Os dados representam crescimento de 23% na média móvel, de acordo com a última edição do boletim InfoGripe, da Fiocruz.

Em entrevista à CNN Brasil neste sábado (22), o coordenador do InfoGripe, da Fiocruz, Marcelo Gomes afirmou que o crescimento de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave ocorre desde o início de dezembro de 2021.

“Estamos com um cenário bastante preocupante, que teve início no começo de dezembro, com uma tendência de aumento [de casos] antes mesmo das festas de fim de ano”, disse o coordenador.

“Se quisermos ter o menor número possível de pessoas afetadas durante essa nova fase de crescimento, temos que tomar uma série de atitudes, tanto por parte das autoridades quanto do setor privado. Além disso, cada um de nós, individualmente, tem que fazer o que está ao nosso alcance”, acrescentou.

Mais Recentes da CNN