Após 5 anos de queda, construção cresce 1,6% em 2019, mostra IBGE


Estadão Conteúdo
04 de março de 2020 às 12:51 | Atualizado 15 de março de 2020 às 17:15
O setor de construção cresceu 1,6% em 2019, após cinco anos de queda, segundo os dados do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, divulgados nesta quarta-feira (4) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O avanço foi puxado por uma expansão do setor imobiliário.

moedas real

PIB brasileiro teve menor taxa de crescimento em três anos (15.Out.2010)

Crédito: Bruno Domingos/Reuters

As Atividades Imobiliárias cresceram 2,3% no ano passado. Já o Comércio teve elevação de 1,8% em 2019, enquanto o segmento de Informação e Comunicação avançou 4,1%.

A Produção e Distribuição de Eletricidade, gás e água aumentou 1,9% no ano passado. As Atividades Financeiras cresceram 1,0% em 2019.

A Indústria de Transformação teve apenas ligeira alta de 0,1%, e o segmento de Transporte, Armazenagem e Correio subiu 0,2%. A Administração Pública ficou estagnada (0,0%).

Já as Indústrias Extrativas recuaram 1,1% em 2019, afetadas pela menor extração de minério, que sofreu efeito do desastre de Brumadinho, e a despeito do avanço na extração de óleo e gás.

Com isso, no geral, a indústria avançou 0,5% no ano. 

4º trimestre

No quarto trimestre, a Construção recuou 2,5% no quarto trimestre de 2019 ante o terceiro trimestre do ano, conforme o IBGE.

O Comércio ficou estagnado (0,0%) no período. As Atividades Imobiliárias cresceram 0,3% no quarto trimestre ante o terceiro trimestre, enquanto a Indústria de Transformação subiu também 0 3%.

A Produção e Distribuição de Eletricidade, Gás e Água avançou 0,6%, as Indústrias Extrativas tiveram expansão de 0,9%, o setor de Transporte, Armazenamento e Correio cresceu 1,2%.

A Atividade de Informação e Comunicação teve elevação de 1,9% na passagem do terceiro para o quarto trimestre de 2019, e as Atividades Financeiras aumentaram 0,8%. A Administração Pública teve elevação de 0,9% no período.