Estrangeiro retira R$ 1,03 bi da Bolsa no dia 5 e saldo negativo bate R$ 45,8 bi

Bovespa vem registrando sucessivas quedas desde o início de 2020

Estadão Conteúdo
09 de março de 2020 às 15:33 | Atualizado 15 de março de 2020 às 13:51

Bolsa registrou queda de 10,02% nesta segunda (9) e interrompeu suas atividades (09.mai.2016)

Foto: Paulo Whitaker/Reuters

Os investidores estrangeiros retiraram R$ 1,032 bilhão da B3 na quinta-feira (5). Naquele dia, o Ibovespa fechou em queda de 4,65%, aos 102.233,24 pontos, com o giro financeiro totalizando R$ 30,2 bilhões.

Com isso, em março o saldo de recursos estrangeiros na bolsa segue negativo em R$ 5,7 bilhões, resultado de compras de R$ 56,674 bilhões e vendas de R$ 62,375 bilhões.

No acumulado do ano, o saldo negativo renova recorde histórico, chegando a R$ 45,830 bilhões. Em 2019, a B3 registrou a saída recorde de R$ 44,5 bilhões.

As quedas se mantiveram nesta segunda (9). Após a abertura nervosa com queda de 10% e a interrupção dos negócios por 30 minutos, os negócios na B3 voltaram com desvalorização igualmente intensa. Por volta das 15h30, o Ibovespa, que é o principal indice da bolsa brasileira, operava em queda 11,24%, aos 86.979 pontos.

O movimento no mercado paulista acompanha o observado em Nova York, onde as principais bolsas também amenizaram a tendência negativa. No mesmo horário, o S&P 500 operava em queda de 5,49% e o Dow Jones registrava recuo de 5,72%.