Produção industrial cresce 0,9% em janeiro, diz IBGE


Rachel Amorim Da CNN Brasil, no Rio de Janeiro
10 de março de 2020 às 09:12 | Atualizado 10 de março de 2020 às 13:51

A produção industrial brasileira avançou 0,9% em janeiro na comparação com dezembro de 2019, interrompendo dois meses de taxas negativas consecutivas, que acumularam recuo de 2,4%. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Se comparado aos valores de janeiro de 2019, o resultado ficou 0,9% no vermelho.

Em janeiro de 2020, o setor industrial volta a mostrar um quadro de maior ritmo produtivo, expresso não só na expansão de 0,9%, que foi o avanço mais intenso desde agosto de 2019, mas também no perfil disseminado de taxas positivas, já que três das quatro grandes categorias econômicas e 17 das 26 atividades apontaram crescimento na produção.

Entre as atividades, as influências positivas mais importantes foram de máquinas e equipamentos (11,5%), metalurgia (6,1%), veículos automotores, reboques e carrocerias (4,0%), coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (2,3%), produtos alimentícios (1,6%) e coque.

fábrica carros

Produção industrial teve retomada em janeiro de 2020 (13.Ago.2013)

Foto: Nacho Doce/Reuters

Entre os oito ramos que reduziram a produção em janeiro, os desempenhos de maior importância para a média global foram registrados por impressão e reprodução de gravações (-54,7%) e indústrias extrativas (-3,1%), que teve o quinto mês consecutivo de queda na produção e acumulou perda de 8,9% desde então.