BC monitora de perto o impacto do coronavírus nos bancos


Raquel Landim
Por Raquel Landim, CNN  
16 de março de 2020 às 18:21 | Atualizado 16 de março de 2020 às 18:45
Brasileiros desembarcam com máscaras no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no RJ

Viajantes desembarcam com máscaras no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro (05.mar.2020)

Foto: Pilar Olivares/Reuters
 

O Banco Central vem monitorando de perto os impactos do coronavírus no setor financeiro.
Representantes do Banco Central, dos grandes bancos, da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) discutiram o assunto em conferência telefônica no último sábado (14).


O relato foi feito ao CNN Brasil Business por uma fonte do setor bancário. Segundo especialistas, essas conversas são necessárias e importantes para informar rapidamente o BC em tempos de crise.


Por enquanto, não há notícias de dificuldades concretas em bancos pequenos ou médios como já ocorreu em outras crises.


O sistema financeiro permanece líquido e as medidas anunciadas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) nesta segunda-feira pela manhã (16) vão neste sentido.