Volkswagen suspende toda produção no Brasil a partir de segunda-feira


Raquel Landim
Por Raquel Landim, CNN  
19 de Março de 2020 às 22:43 | Atualizado 19 de Março de 2020 às 22:45
fábrica mercedes

Trabalhadores em linha de montagem em São Bernardo do Campo, Brasil (27.mar.2018)

Foto: Paulo Whitaker/Reuters

A Volkswagen do Brasil vai suspender as atividades de todas as suas unidades no Brasil a partir de segunda-feira (23) por três semanas.

Em comunicado, a empresa diz que "a medida visa preservar a saúde de seus empregados e familiares em decorrência do avanço da COVID-19."

"Até o dia 30 de março de 2020, os empregados da área administrativa continuam em trabalho remoto e os empregados da linha de produção em folgas administradas por banco de horas. A partir de 31 de março de 2020, os empregados estarão em férias coletivas por duas semanas. Ambas as medidas são parte das ferramentas de flexibilização previstas em acordo coletivo de trabalho", conclui o comunicado.

Nesta quarta-feira (18), a Mercedes-Benz e a General Motors anunciaram que estão paralisando suas fábricas e dando férias coletivas aos funcionários. O objetivo é prevenir a disseminação do novo coronavírus.

Na Mercedez, as atividades param a partir do dia 25 de março e a previsão de retomada é no dia 22 de abril, a depender da situação da epidemia.

Na GM, as férias coletivas começam no dia 30 de março e não foi informada data para retomada. 

Além da prevenção contra a doença, as empresas precisam ajustar a produção em relação à demanda, que está em queda e evitar falta de peças.