Fed fará operações de dólar diárias com BCs de países desenvolvidos


Reuters
20 de março de 2020 às 13:31
Fed

Edifício do Federal Reserve em Washington, Estados Unidos 

Foto: Leah Mills/Reuters

O Federal Reserve disse nesta sexta-feira que aperfeiçoará os acordos de linha de swap de liquidez em dólar que mantém com vários grandes bancos centrais.

O Fed informou em comunicado que aumentará a frequência das operações com vencimento em sete dias de semanal para diária, a partir de 23 de março, como parte de seus acordos de linha de swap com o Banco do Canadá, Banco da Inglaterra, Banco do Japão, Banco Central Europeu e Banco Nacional Suíço.

Essas operações continuarão pelo menos até o final de abril, informou o Fed.

"As linhas de swap entre esses bancos centrais estão disponíveis e permanecem como um importante instrumento de liquidez para aliviar as tensões nos mercados globais de financiamento", afirmou o Fed em comunicado.

O banco central norte-americano mantém acordos de swap permanentes com esses bancos centrais e na quinta-feira estendeu provisões temporárias de linhas de swap para BCs de nove outros países para facilitar o acesso a dólares, na esperança de conter o acelerado impacto negativo sobre o sistema financeiro e a economia provocado pela pandemia do coronavírus.

Os dólares estão em grande demanda --e em escassa oferta-- nos mercados fora das fronteiras dos Estados Unidos, à medida que bancos, empresas e governos se esforçam para garantir seus pagamentos de dívidas em dólares que muitos acumularam.

(Reportagem de Lindsay Dunsmuir)