Brasileiros estão preocupados em perder renda durante crise, diz pesquisa


Estadão Conteúdo
24 de março de 2020 às 10:35
Loja fechada

Varejo deve ser uma das áreas mais afetadas pela crise (20.mar.2020)

Foto: Amanda Perobelli/Reuters 

Pesquisa Datafolha realizada entre os dias 18 e 20 de março indica que a maioria dos trabalhadores brasileiros temem que sua renda diminua por causa dos impactos econômicos causados pela propagação do novo coronavírus.

Segundo a pesquisa, 79% dos entrevistados preveem que a economia brasileira será muito afetada pelo vírus, enquanto apenas 16% acham que ela será pouco afetada, e somente 3% dizem que ela não será prejudicada.

Entre eleitores do presidente da República, Jair Bolsonaro, o pessimismo é menor, mas segue como a opinião da maior parte dos entrevistados: 72% daqueles que disseram ter votado em Bolsonaro afirmam que a economia será muito afetada pelo coronavírus.

Os eleitores de Bolsonaro também consideram que a atuação do Ministério da Saúde diante da crise do coronavírus é melhor que a do presidente da República. Entre os que disseram ter votado em Bolsonaro, a aprovação do mandatário quanto ao andamento da crise é de 56%, 8 pontos porcentuais abaixo da aprovação do Ministério, de 64%.

Mesmo abaixo do Ministério, a aprovação de Bolsonaro entre seus eleitores ainda é bem maior que a avaliação positiva feita pela população em geral, de 35%.

O Datafolha ouviu 1.558 pessoas entre quarta (18) e sexta (20). Feita por telefone para evitar contato com o público, a pesquisa tem margem de erro de três pontos para mais ou para menos.