Gol reduz malha aérea para 50 voos diários ligando as capitais brasileiras


Estadão Conteúdo
24 de março de 2020 às 10:42
Homem usa máscara de proteção durante check in em balcão da Gol

Homem usa máscara de proteção durante check in em balcão da Gol, em meio à epidemia de coronavírus (12.mar.2020)

Foto: Rahel Patrasso/Reuters

A Gol anunciou nesta terça-feira (24) que, em razão da pandemia do coronavírus (COVID-19) no Brasil e no mundo, manterá em operação somente a malha essencial de 50 voos diários, conectando todas as capitais dos Estados brasileiros a partir do aeroporto internacional de São Paulo, em Guarulhos (GRU).

Inicialmente, a medida está em vigor entre 28 de março e 3 de maio. Com a readequação de sua malha doméstica, o tempo limite das conexões também será flexibilizado para garantir a ligação entre capitais em até 24 horas.

Em nota, a aérea informa que durante esse período estão suspensas as operações regionais e internacionais. A Gol afirma ainda que fará voos extras para atender eventuais demandas específicas em destinos regionais e internacionais.

Desde o início da crise da COVID-19, a empresa informa já ter reduzido aproximadamente 92% da oferta nos mercados domésticos e 100% nos internacionais.