Dívida Pública fechou em R$ 4,2 trilhões em fevereiro, diz Tesouro


Anna Russi  Da CNN, em Brasília
25 de março de 2020 às 16:59
bolsa

Tesouro Direto traz retornos baixos, mas proporcionalmente seguros (23.mar.2020)

Foto: Austin Distel/Unsplash

A Dívida Pública Federal (DPF), fechou em R$ 4,281 trilhões em fevereiro de 2020. O valor é 1,22% superior ao mês anterior. A DPF é a emissão de títulos públicos pelo Tesouro Nacional para financiar o déficit orçamentário do governo federal - que arrecada menos do que gasta. 

De acordo com o Tesouro Nacional, a leve alta é explicada pela emissão líquida de R$ 20,164 bilhões de títulos e aos gastos com juros ficaram, que somou R$ 31,330 bilhões no mês passado. Nos dois primeiros meses do ano as despesas com juros já ultrapassam os R$ 70 bilhões. 

Em relação ao perfil de investidores nos títulos públicos do Brasil, a participação de estrangeiros ficou em 10,93%. Já os Fundos de Investimentos e a Previdência ficaram responsáveis por 26,94% e 24,62% da DPF, respectivamente, em fevereiro.