É hora de o setor financeiro aparecer de forma enfática, diz presidente da Fieb


Da CNN, em São Paulo
25 de março de 2020 às 23:25

Diante da paralisação econômica causada pelo novo coronavírus, a indústria e governantes devem começar a se movimentar para preparar a retomada, defende Antonio Ricardo Alban, presidente da Federação das Indústrias da Bahia (Fieb). Em entrevista para a CNN nesta quarta-feira (25), Alban reconheceu a necessidade de métodos de isolamento social e disse que, neste momento, o setor financeiro precisa aparecer para ajudar na recuperação.

“Nos últimos anos, o sistema financeiro esteve em situação privilegiada, mas agora ele precisa aparecer de forma muito mais enfática para ajudar no desenvolvimento econômico e industrial deste país. Eles precisam ser os grandes protagonistas do setor produtivo”, afirmou.

Alban disse também que o setor industrial já começa a sentir os efeitos da crise, e que por ser a base de toda a cadeia de produção, precisa começar a pensar no “day after”.

“Estamos no ápice da crise, mas temos que manter uma cadeia de fornecimento de atividades essenciais. No momento, a paralisação foi importante para o setor de saúde se preparar, mas precisamos pensar em como voltar”, disse o presidente da Fieb.

Alban também citou a necessidade de uma coordenação nacional, citando decretos municipais que dificultam o transporte de cargas essenciais no estado, e a urgência de uma ação “concreta e incisiva do governo federal para micro e pequenas indústrias”.