Mercado imobiliário sofre impactos da pandemia do coronavírus


Muriel Porfiro da CNN, em São Paulo
26 de março de 2020 às 11:11

A pandemia do novo coronavírus ligou um sinal de alerta no mercado imobiliário. Tanto imóveis comerciais quanto residenciais de compra, venda e locação tiveram a proura impactada pela da crise em meio à pandemia.

As pessoas já estão tentando negociar o valor do aluguel. Cerca de 75% desses pedidos partem de inquilinos comerciais, como microempreendedores.

Segundo o conselho que faz a fiscalização dos corretores de imóveis, existe uma parceria para tentar conciliar essa situação entre corretores, inquilinos e proprietários para que haja uma negociação e, assim, não ocorra problemas que podem sobrecarregar os trabalhos do Judiciário mais para frente, por exemplo. 

De acordo com o órgão, há 440 mil corretores de imóveis em todo o Brasil. Só no estado de São Paulo são 130 mil. Todos eles estão cumprindo a quartentena que vai até o dia 7 de abril.