Panorama: Queda na indústria dos EUA afetará demanda por produtos brasileiros

Após maior queda nos EUA desde 1946, os efeitos serão sentidos em todo o mundo. Setores brasileiros de aço e peças metálicas estão em alerta

Do CNN Brasil Business, em São Paulo
15 de abril de 2020 às 18:01

O setor manufatureiro dos Estados Unidos registrou, em março, uma queda de 6,3% em comparação com o ano anterior. O resultado da indústria americana é o pior desde 1946 – um ano após o fim da Segunda Guerra Mundial.

E o Brasil, claro, deve ser afetado por essa retração. As exportações para os Estados Unidos, em 2019, ficaram na casa dos US$ 29,5 bilhões e foram puxadas pela venda de aviões e matérias-primas, como aço e alumínio.

Logo, como a indústria americana está produzindo menos, a consequência será a também redução do consumo de peças e ligas metálicas importadas.

Em meio a tudo isso, no entanto, há uma boa notícia: em maio existe a possibilidade da suspensão de algumas medidas de quarentena, o que deve incentivar parte do comércio. Haverá, ainda, um saldo negativo, mas talvez menos pior no próximo mês.

Confira a análise completa com o editor internacional da CNN, Marcelo Favalli.