Índices chineses fecham semana em queda com preocupações sobre o coronavírus

Perdas foram limitadas pois Pequim prometeu mais apoio para sustentar a segunda maior economia do mundo

Reuters
24 de abril de 2020 às 08:02
Bolsas asiáticas têm trimestre ruim devido ao coronavírus (28.fev.2020)
Foto: Aly Song/Reuters

As ações chinesas caíram nesta sexta-feira (24) e encerraram a semana em baixa devido às preocupações persistentes sobre o coronavírus, mas as perdas foram limitadas pois Pequim prometeu mais apoio para sustentar a segunda maior economia do mundo.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,9%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 1,1%.

Na semana, ambos os índices cederam 1,1% cada, mas as perdas foram menores do que a queda de 1,7% no índice mais amplo do MSCI para ações da Ásia-Pacífico exceto Japão.

O banco central da China cortou a taxa de juros do seu programa de empréstimos a médio prazo nesta sexta-feira, após reduções semelhantes nos custos de empréstimos de outras ferramentas de liquidez nas últimas semanas para apoiar a economia.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,86%, a 19.262 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,61%, a 23.831 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 1,06%, a 2.808 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,86%, a 3.796 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,34%, a 1.889 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,18%, a 10.347 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,95%, a 2.518 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,49%, a 5.242 pontos.