Azul começa a usar aviões de passageiros para transporte exclusivo de cargas

Trata-se de uma alternativa para rentabilizar a frota, que ficou quase toda parada desde a adoção de medidas de isolamento social para conter a pandemia

Do CNN Brasil Business*, em São Paulo
12 de maio de 2020 às 19:10 | Atualizado 12 de maio de 2020 às 19:10

Passageiros com máscaras de proteção caminham em frente a guichês da Azul no aeroporto de Congonhas, em São Paulo (11.mar.2020)

Foto: Rahel Patrasso/Reuters

A Azul informou nesta terça-feira (12) que começou a usar aviões de passageiros exclusivamente para transporte de cargas. Trata-se de uma alternativa para rentabilizar sua frota, que ficou quase toda parada desde a adoção de medidas de isolamento social para conter a pandemia da Covid-19. 

Em comunicado, a companhia afirmou que, após ter obtido autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), adaptou uma aeronave A320Neo, com 174 assentos, para transportar sete toneladas de cargas, usando o porão da aeronave, além da área dos assentos e dos compartimentos superiores.

O voo inicial com essas características foi feito no último sábado, executando a rota Campinas–Belém.

A unidade de cargas da Azul tem nove aviões, que têm sido usados para transporte de itens como medicamentos e equipamentos para combate à pandemia.

*Com informações da Reuters