Bolsas chinesas fecham em baixa aguardando estímulos; índices asiáticos avançam

Investidores chineses estão cautelosos enquanto esperam os planos econômicos do governo

Reuters
20 de maio de 2020 às 08:01
Homem de máscara caminha pela Bolsa de Xangai (28.fev.2020)
Foto: Aly Song/Reuters

Os índices acionários da China fecharam em queda nesta quarta-feira (20), com investidores cautelosos esperando os planos econômicos do governo a serem feitos durante as reuniões políticas anuais do país.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,53%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,51%.

O subíndice do setor financeiro do CSI300 recuou 0,04%, o de consumo teve queda de 0,57% e o setor imobiliário caiu 1,21%, enquanto o subíndice de saúde recuou 1,18%.

Enquanto o Parlamento da China iniciará uma importante sessão anual na sexta-feira, seu órgão consultório -- a Conferência Consultiva Política do Povo Chinês - começará sua sessão um dia antes.

O sentimento é fraco antes dessas reuniões, já que os investidores aguardam sinais mais claros de medidas governamentais para combater o impacto da Covid-19 na economia, disse o analista da Western Securities Cao Xuefeng.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,79%, a 20.595 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,05%, a 24.399 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,51%, a 2.883 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,53%, a 3.935 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,46%, a 1.989 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,44%, a 10.907 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,75%, a 2.561 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,24%, a 5.573 pontos.