Minério de ferro tem maior alta em 7 meses após queda nas exportações do Brasil

A extração da matéria-prima diminuiu por conta da paralisação de vários setores, devido ao novo coronavírus

do CNN Brasil Business, em Nova York
21 de maio de 2020 às 12:54 | Atualizado 21 de maio de 2020 às 13:08

Os contratos futuros de minério com 62% de ferro subiram 10% no mercado internacional. Esse é o maior valor desde outubro de 2019. A alta no preço é consequência da queda de 25% das exportações brasileiras da commodity. A extração da matéria-prima diminuiu por conta da paralisação de vários setores, devido ao novo coronavírus.

Só que a indústria que precisa do ferro para produzir fala que o produto já ficou 20% mais caro, em comparação com os valores pré-pandemia. Se o reajuste é ruim para a siderúrgicas, por outro lado faz as ações das mineradores se valorizarem.

Leia também:
China apresenta queda dos futuros do minério de ferro por incerteza com exterior
Vale retoma operações em centro de distribuição na Malásia

Confira a análise completa do editor de internacional da CNN, Marcelo Favalli.