Ricardo Soriano é nomeado Procurador-Geral da Fazenda Nacional

A PGFN é um dos principais órgãos vinculados à AGU e atua para representar a União em questões jurídicas relacionadas a assuntos econômicos

Diego Freire, da CNN, em São Paulo
27 de maio de 2020 às 04:59 | Atualizado 27 de maio de 2020 às 05:05
O procurador Ricardo Soriano
Foto: Linkedin/ Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro nomeou Ricardo Soriano de Alencar para exercer o cargo de Procurador-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) do Ministério da Economia. A decisão, também assinada pelo ministro Paulo Guedes, foi publicada em decreto no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (27).

Formado em Direito na Universidade de Brasília, Soriano é procurador da Fazenda Nacional há quase 20 anos. Ele ocupava o cargo de Procurador-Geral adjunto da Consultoria Administrativa e atuou como subsituto dos ex-PGFN Fabrício Da Soller.e José Levi do Amaral.

Levi deixou a PGFN em abril para assumir o cargo de advogado-geral da União (AGU), em substituição ao hoje ministro da Justiça André Mendonça.

A promoção de Ricardo Soriano já havia sido antecipada pelo Ministério da Economia, Marcelo Guaranys.

Além de compor o Ministério da Economi, a PGFN é um dos principais órgãos vinculados à AGU e atua para representar a União em questões jurídicas relacionadas a assuntos econômicos, como a a defesa em processos que envolvem a Secretaria da Receita Federal, a Dívida Ativa da União (DAU), a dívida externa e a dívida interna do país.