Brasil fecha quase 5 milhões de vagas de emprego em três meses

País bate recorde histórico de pessoas que deixaram de procurar uma vaga no mercado de trabalho

Da CNN, em São Paulo
28 de maio de 2020 às 23:45 | Atualizado 28 de maio de 2020 às 23:46

Os resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados, nesta quinta-feira (28), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que o Brasil fechou quase 5 milhões de vagas de empregos nos últimos três meses, número recorde na comparação do mesmo período nos anos anteriores.

Na construção civil foram fechadas 898 mil vagas de emprego, enquanto que no setor de serviços domésticos o número foi de 727 mil. Já no ramo de hotelaria e alimentação, o total de vagas fechadas foi de 699 mil. Segundo Cosmo Donato, economista da LCA Consultores, o cenário tende a piorar.

Leia também:

Caixa libera uso de auxílio emergencial para compras em maquininhas de cartão

“Na medida que os impactos da pandemia se mostram mais profundos e severos, devemos observar nos próximos meses empresas fechando as portas. Na medida que isso acontece, teremos um número ainda maior de vagas fechadas.”
 
Além disso, o país bateu recorde histórico de pessoas que deixaram de procurar empregos, 5 milhões só em abril.