Prorrogação da MP do emprego deve ser votada na quarta-feira, diz senador

Medida Provisória autoriza a redução de salários e a suspensão de contratos de trabalho durante a pandemia do novo coronavírus

Da CNN
09 de junho de 2020 às 16:27 | Atualizado 09 de junho de 2020 às 17:03

O senador Vanderlan Cardoso (PSD-GO), relator da Medida Provisória (MP) 936, que autoriza a redução de salários e a suspensão de contratos de trabalho durante a pandemia do novo coronavírus, disse à CNN nesta terça-feira (9) que o Senado deve votar a prorrogação da matéria por mais dois meses na quarta-feira (10).

O relator afirmou ainda que há um acordo entre todos os senadores para aprovação do texto o "mais rápido possível".

Assista e leia também:

Guedes diz que governo lançará Renda Brasil com unificação de programas sociais

Flávio Dino e Renan Filho defendem prorrogação do auxílio emergencial

“No Brasil, [pelos] últimos números que nós temos, já são 9,9 milhões de trabalhadores que foram beneficiados com essa medida provisória, e a cada hora e a cada dia que passa esse número está aumentando. Por isso a preocupação de aprovar o mais rápido possível porque a suspensão foi só por 60 dias e ela venceu dia primeiro [de junho]”, explicou.

Segundo o senador, o texto manterá a cobrança de uma multa para as empresas que demitirem os trabalhadores que estão dentro do acordo de redução ou suspensão do contrato. "Isso está mantido, já que o esforço que foi feito nessa MP foi para preservar esses milhões de trabalhadores. Quando suspende o contrato, esses trabalhadores têm os seus ganhos mantidos".

(Edição: André Rigue)