Fiemg lança programa de crédito para micro e pequenas empresas

A cada R$ 1 doado, a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais irá oferecer 5 vezes o valor em crédito para os empreendedores

Da CNN, em São Paulo
10 de junho de 2020 às 21:54 | Atualizado 10 de junho de 2020 às 22:01

A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) lançou o programa “Estímulo 2020”, que ajudará micro e pequenas empresas a obter crédito durante a pandemia. O programa espera salvar até 60 mil empregos formais e nasceu da visão de que este setor não estava sendo contemplado por outras iniciativas.

"Nenhuma iniciativa para micro e pequenas empresas deu certo até o momento, então nos mobilizamos via empresas privadas para montar esse programa. Sem crédito, o empresário fica inadimplente e demite seus funcionários, queremos evitar isso,” explicou Flavio Roscoe, presidente da Fiemg. 

O dinheiro do "Estímulo 2020" virá de doação de empresas. A cada R$ 1 doado, a Fiemg irá oferecer 5 vezes o valor em crédito para micro e pequenas empresas. O montante atual chega a R$ 100 milhões.

A federação está oferecendo para empresários as seguintes condições: taxa de juros de 4% ao ano com 90 dias de carência e 15 meses para pagar. Todo processo é feito pelo site e o programa está disponível para empresários de Minas Gerais e São Paulo.

Para ter acesso ao crédito é preciso atender alguns critérios como ter CNPJ ativo há pelo menos dois anos, ter receita mensal entre R$ 30 mil e 165 mil, bom histórico de crédito e pagamento de contas em dia e operar no setor de serviços e comércio.

Em Minas Gerais, o programa está disponível para empresários instalados em Belo Horizonte, Contagem, Betim, Nova Lima, Sete Lagoas, Ribeirão das Neves, Santa Luzia, Vespasiano, Itabirito e Itaúna. Em São Paulo, para quem é das cidades de São Paulo, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Osasco e Guarulhos.