TIM aprova TAC de cerca de R$ 639 milhões entre subsidiária e Anatel

Sanções contra a empresa serão arquivadas em troca compromissos com ações de melhoria de qualidade e experiência do cliente

Paula Arend Laier, da Reuters
19 de junho de 2020 às 12:58 | Atualizado 19 de junho de 2020 às 13:01

O conselho de administração da TIM Participações aprovou nesta sexta-feira (19) assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre a subsidiária integral da companhia, TIM S.A., e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), mostrou ata da reunião enviada à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

"O acordo abrange sanções que totalizam um valor de aproximadamente R$ 639 milhões, que serão arquivadas em função de compromissos representados em ações de melhoria de qualidade e experiência do cliente, evolução dos canais digitais de atendimento", afirmou a TIM em comunicado ao mercado.

O acordo ainda prevê ações visando redução dos índices de reclamação, bem como incremento de infraestrutura de rede em mais de 2.000 localidades.

De acordo com a empresa, a subsidiária também assumiu o compromisso de levar banda larga móvel, por meio da rede 4G, a cerca de 350 municípios com menos de 30 mil habitantes, o que, segundo a TIM, beneficiará 3 milhões de pessoas nas regiões Nordeste, Norte, norte de Minas Gerais e em Goiás.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook