Tim exclui Huawei de licitação de equipamentos de redes 5G no Brasil e na Itália


Reuters
09 de julho de 2020 às 13:20 | Atualizado 09 de julho de 2020 às 18:39
Tim

TIM: fontes afirmam que empresa italiana não convidou a Huawei para licitação de equipamentos de 5G

Foto: Reuters/Stefano Rellandini

A Telecom Italia (TIM) não convidou a Huawei Technologies para participar de uma licitação para fornecer equipamentos 5G para a rede principal que está se preparando para construir na Itália e no Brasil, disseram duas fontes familiarizadas com o assunto nesta quinta-feira.

A lista de fornecedores convidados inclui Cisco, Ericsson, Nokia, Mavenir e Affirmed Networks, empresa recentemente adquirida pela Microsoft, disse uma das duas fontes.

Representantes da Huawei na Itália e no Brasil se recusaram a comentar.

A medida ocorre em meio a relatos de que a Itália está pensando em excluir a Huawei de suas redes 5G devido a preocupações de que possa abrir caminho para a China espionar as principais infraestruturas de telecomunicações ocidentais.

Em nota, a TIM informa que ainda não tem definidos os fornecedores de equipamentos para o sistema 5G. A empresa ainda afirma que "fará seu processo de compras, sempre norteado por critérios de alta qualidade e preços competitivos, seguindo as regras definidas pelas instituições brasileiras". 

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook