Comissão da reforma tributária quer ouvir Guedes após volta dos trabalhos

Colegiado no Congresso Nacional voltará a se reunir no dia 30 de julho

Larissa Rodrigues e Bárbara Baião Da CNN, em Brasília
22 de julho de 2020 às 16:39
O ministro da Economia, Paulo Guedes
Foto: Anderson Riedel - 15.mai.2020/PR


O Congresso Nacional retoma, no dia 30 de julho, a discussão da reforma tributária. Nesse dia, pela manhã, os membros da Comissão Mista criada para debater o assunto farão uma reunião para “definir as estratégias a serem adotadas”. Já na primeira semana de agosto, os parlamentares terão uma audiência pública, online, com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

A informação foi confirmada pela CNN com o presidente da comissão especial da Reforma Tributária, senador Roberto Rocha (PSDB-MA). “Quinta (30) será a reinstalação da comissão. Dia 4 de agosto faremos audiência pública, online, com o ministro (Guedes). Quero começar com o governo federal”, explicou Rocha.

Leia e assista também

Guedes apresenta proposta de reforma tributária com fusão de impostos federais

Maia: Propostas da reforma tributária do Congresso e do governo são convergentes

Na tarde desta quarta (22), Roberto Rocha almoçou com o relator do texto da reforma tributária, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), na Residência Oficial da Câmara dos Deputados, com a presença do presidente da Casa, Rodrigo Maia. Amanhã, Rocha encontrará com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) para “ampliar ainda mais o diálogo”.

Na terça (21), o governo federal entregou a primeira parte de sua proposta de reforma tributária ao Congresso Nacional. A cerimônia contou com a presença do ministro Guedes. A proposta prevê a criação da Contribuição Social sobre Operações com Bens e Serviços (CBS), unificando em um único tributo sobre bens e serviços o PIS e Cofins, que serão extintos.