Soma, dona das marcas Animale e Cris Barros, movimenta R$ 1,8 bi em IPO

A oferta saiu a R$ 9,90 por ação, e o grupo de moda deve estrear no pregão da B3 na sexta-feira (31)

Aluísio Alves, da Reuters
29 de julho de 2020 às 21:11

Vista de cerimônia de estreia de negociação de ações na B3 (22/12/2017)

Foto: REUTERS/Paulo Whitaker

O Grupo de Moda Soma movimentou R$ 1,823 bilhão em sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), após a operação ter sido precificada nesta quarta-feira no centro da faixa estimada pelos coordenadores.

A operação da companhia, que se apresenta como a maior plataforma de moda do país, captou R$ 1,35 bilhão na oferta primária, ações novas, cujos recursos irão para o caixa.

Leia também:
A volta dos IPOs: O que observar antes de investir em ações de empresas novatas

A empresa pretende usar esse dinheiro para abrir mais lojas e comprar mais marcas, além de pagar dividendos e dívidas.

A oferta secundária do Soma, dono das marcas Animale, Cris Barros e A.Brand, para público feminino; Fábula, para crianças; e Foxton, para homens, movimentou R$ 472,5 milhões, com quase 40 vendedores, segundo o prospecto preliminar.

Itaú BBA, JPMorgan, Bank of America e XP Investimentos coordenaram a operação. A oferta saiu a R$ 9,90 por ação, no centro da faixa indicativa de preço de R$ 8,80 a R$ 11.

A empresa deve estrear no pregão da B3 na sexta-feira (31), negociada sob o ticker GSOM3.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook