Maia: Governo pode até usar nome em inglês na CPMF para 'enrolar a sociedade'


Fernando Nakagawa
Por Fernando Nakagawa, CNN  
31 de julho de 2020 às 07:31
Abertura de Mercado

Capa do podcast Abertura de Mercado

Foto: CNN Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia voltou a dizer que é contra a criação de um imposto nos moldes da CPMF. Desta vez, Maia foi irônico e disse que daqui a pouco o governo daria nome em inglês ao tributo para “enrolar a sociedade”.

No episódio de hoje:

- Rodrigo Maia disse que é contra um imposto sobre transações financeiras e/ou digitais porque ele é cumulativo, pesa mais para os mais pobres e faz a economia parar de crescer.

- Em seminário online promovido pela Folha de S. Paulo, Maia questionou a carga tributária brasileira sobre sua melhoria em áreas como saúde e educação. 

- Procuradores do MPF apresentaram representação pedindo que o TCU (Tribunal de Contas da União) acompanhe a possibilidade de o governo tentar driblar o teto de gastos. 

- O Ministério Público está de olho em eventuais manobras para gastos extras justificados pelo enfrentamento ao novo coronavírus, mas que serão usados em obras públicas.

- A Petrobras teve prejuízo de R$ 2,7 bilhões no segundo trimestre deste ano

- A estatal atribui o resultado ruim à queda do preço do barril de petróleo, que passou de US$ 65 em fevereiro para US$ 19 em abril.

- Ainda que o resultado seja ruim, é menor que o prejuízo do primeiro trimestre, de R$ 48,5 bilhões. 

- Os Estados Unidos anunciaram queda de 32,9% no PIB do segundo trimestre, resultado afetado pela pandemia de Covid-19.

- Os analistas estavam um pouco mais pessimistas e previam tombo de 34%. 

- Queda do consumo das famílias, dos investimentos das empresas e das exportações norte-americanas ajudam a explicar a queda na atividade econômica do país.

- As quatro maiores empresas da internet anunciaram os resultados financeiros do segundo trimestre e os números surpreenderam positivamente.

- A varejista Amazon teve aumento de 40% nas vendas na comparação com o segundo trimestre de 2019. O lucro chegou a US$ 5,2 bilhões, um recorde para o período.

- Com o resultado, a Amazon dobra os lucros que teve no segundo trimestre do ano passado. Com os consumidores em casa, vender online foi um ótimo negócio. 

- Já a Apple registrou aumento de 11% nas vendas. O resultado surpreendeu - e muito - analistas, que previam queda de 3% por causa do novo coronavírus. 

- A venda de iPhones aumentou 2%, principalmente por causa do lançamento do modelo de entrada da marca, o iPhone SE

- O Facebook teve crescimento de 11% nas receitas do trimestre

- Apesar de boicotes, o faturamento com publicidade também superou a expectativa dos analistas, desta vez em mais de US$ 1 biilhão.

- A rede social foi positivamente impactada com o isolamento social. O número de usuários diários ativos cresceu 12%. 

- Por último, o Google registrou queda de 8% nas receitas com publicidade no último trimestre na comparação com o trimestre anterior . É a primeira vez na história da emrpesa que isso acontece. 

- O fim do trimestre, porém, já tinha ritmo da publicidade praticamente estável em comparação com o ano anterior. 

- Com as escolas fechadas e as pessoas em casa, a demanda por brinquedos disparou. Nos Estados Unidos, a venda de bonecas Barbie cresceu 35% desde o início da pandemia. 

- Jogos como Monopoly e os atiradores de espuma e dardos Nerf saltaram 50% no período. 

- Nas fábricas, o crescimento não se deu na mesma proporção. A produção de bonecas Barbie cresceu apenas 7% e os pedidos no atacado da Hasbro tiveram alta de 10%.

- Na agenda desta sexta-feira, a Aneel divulga a bandeira tarifária de energia para o mês de agosto. 

- No exterior, saem dados do PIB da zona do euro e a confiança do consumidor nos Estados Unidos. 

- A temporada de divulgação de balanços corporativos continua e teremos os dados do último trimestre da Gol. 

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook