Primeira noite de sábado com bares abertos tem movimento tímido em São Paulo

Estabelecimentos foram autorizados a funcionarem até as 22h

Pedro Duran, da CNN, em São Paulo
08 de agosto de 2020 às 21:08 | Atualizado 08 de agosto de 2020 às 23:37
 

Não houve registro de aglomerações nas principais áreas boêmias de São Paulo neste sábado (8), no primeiro fim de semana em que bares e restaurantes foram autorizados a funcionar até as 22h.

Em Pinheiros, os bares respeitaram as regras de diminuir o número de mesas para alcançar o máximo de 40% da capacidade e não venderam bebidas para clientes em pé, o que é proibido.

Leia também:

Bares e restaurantes de SP têm pouco movimento em primeira noite de abertura

80% dos bares e restaurantes em SP seguem fechados, diz presidente de associação

A equipe da CNN registrou a passagem dos fiscais da Prefeitura. Com coletes laranjas, eles observaram principalmente mesas e cadeiras na calçada. Até o momento, não houve nenhum problema, mas eles ficarão pela região até as 22h, horário em que tudo tem que estar fechado e sem mais nenhum cliente.

Os donos dos bares dizem que o faturamento não chega nem perto de uma noite de sábado no pré pandemia. A previsão do setor era de atingir 30% do volume anterior de vendas.

A medida foi anunciada pelo governador paulista João Doria (PSDB) na última quarta-feira (5). A medida vale para regiões que estiverem na fase amarela do plano de reabertura há pelo menos 15 dias.