Copacabana Palace voltará a receber hóspedes na quinta-feira (20)

Hotel irá reabrir após passar meses fechado por conta da pandemia; inaugurado em 1923, ele fechou pela primeira vez após quase cem anos

Da CNN
18 de agosto de 2020 às 11:41 | Atualizado 18 de agosto de 2020 às 12:12

Fechado há mais de 4 meses por conta da pandemia de coronavírus, o Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, irá voltar a receber hóspedes na quinta-feira (20). Em quase um século de funcionamento, o hotel mais famoso do Brasil nunca havia fechado as portas.

O Copa, como é conhecido, interrompeu suas atividades em 10 de abril por conta da pandemia do novo coronavírus. Agora, se prepara para voltar a receber os seus hóspedes seguindo as medidas de prevenção ao novo coronavírus.

Leia também:
Covid-19 faz Copacabana Palace fechar pela primeira vez 97 anos
Hotéis buscam reconquistar turistas com novidades e higienização reforçada
Turismo de isolamento puxa retomada do setor no Brasil

Vista de quarto do Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, que voltará a receber hóspedes
Foto: CNN (18.ago.2020)

Os preparativos incluem disponibilização de kit com álcool em gel e frigobar vazio com a alternativa do cliente solicitar as bebidas por meio de aplicativo. A piscina estará aberta aos hóspedes, mas outros ambientes terão restrição.

A expectativa para a retomada é atender um pouco mais da metade da capacidade de ocupação total de 145 quartos. Até o momento, a maior parte das reservas é para brasileiros.

Durante a pandemia, o cantor Jorge Ben Jor tornou-se o único hóspede do local. Ele mora no local desde 2018 e segue recluso em um dos quartos.

Inaugurado em 13 de agosto de 1923, o Copa possui uma lista de hóspedes ilustres que fazem parte da história do hotel. No hall da fama é possível ver fotos que ficaram conhecidas em todo o mundo, de nomes consagrados como Madonna, Janis Joplin, Pelé e princesa Diana.

(Edição: André Rigue)