'Não foi uma boa decisão', diz Mourão sobre derrubada de veto

Senado vota para descongelar salários de servidores

Da CNN
20 de agosto de 2020 às 14:01 | Atualizado 20 de agosto de 2020 às 14:01

 

O vice-presidente Hamilton Mourão também criticou, na manhã desta quinta-feira (20), a derrubada do veto que impediu o aumento dos salários dos servidores públicos pelo Senado. Segundo ele, não foi uma boa decisão. "Vamos aguardar a Câmara dos Deputados. Não é uma boa decisão, essa do Senado. Na realidade, eu acho que o veto está ligado ao pessoal da Saúde", disse.

Mourão disse acreditar no diálogo entre os parlamentares e afirmou que a Câmara dos Deputados têm condições de manter o veto na votação dos deputados, que ocorre nesta quinta. O vice-presidente reforçou ainda que os parlamentares precisam entender a situação fiscal que o país está enfrentando.

Leia também:

Derrubada de veto ao aumento dos servidores é 'crime contra o país', diz Guedes

Líder do governo na Câmara convoca reunião para evitar nova derrubada de veto

‘Desastroso, mas didático’, afirma Eduardo Gomes sobre derrubada de veto

O vice-presidente da República Hamilton Mourão
Foto: Reprodução/CNN

Nesta quarta-feira (19), o Senado derrubou, por 42 votos a 30 o veto de possibilidade de reajuste dos servidores públicos até o fim de 2021. Agora, texto segue para análise da Câmara. A votação na Casa está prevista para acontecer na tarde de hoje. Bolsonaro completou a fala dizendo que é responsabilidade de todos "ajudar o Brasil a sair do buraco".  

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia(DEM-RJ), também criticou a decisão: "Discordo da derrubada de veto pelo Senado". "Reafirmamos nosso respeito ao Senado Federal. Não é porque ele fez uma votação que eu tenho divergência com o resultado que devemos atacar o Senado", destacou.

(Com informações de Caroline Rosito, da CNN, em Brasília)