Plano & Plano, da Cyrela, estabelece preço pode fazer IPO de até R$ 1,3 bi


Estadão Conteúdo
25 de agosto de 2020 às 20:24
construção
Foto: Rahel Patrasso - 01.04.2020/Reuters

Controlada da Cyrela voltada ao programa Minha Casa, Minha Vida, a Plano & Plano deu sequência para sua abertura de capital na B3, que poderá movimentar até R$ 1,3 bilhão, se a ação na oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) sair no topo da faixa indicativa de preço, que foi estabelecida entre R$ 11,25 e R$ 15,25.

O roadshow, que são as reuniões com investidores, já tiveram início hoje e vão até o dia 15 de setembro, dia em que o preço da ação será fixado. A estreia na B3 está programada para o dia 17 do mesmo mês.

Leia também: 

Governo prevê incluir 1 milhão de famílias em novo programa habitacional

Da tranche primária da oferta, que pode somar até R$ 649 milhões do total, a empresa informa que destinará os recursos para capital de giro e aquisição de terrenos.

São vendedores no IPO a própria Cyrela, além de Rodrigo Uchoa Luna e Rodrigo Fairbanks Von Uhlendorff. Luna criou a Plano & Plano em 1997 e no mesmo ano Uhlendorff se tornou sócio. A joint venture com a Cyrela Brazil Realty ocorreu em 2006.

"Iniciamos nossas atividades como incorporadora e construtora de empreendimentos imobiliários de médio e alto padrão e evoluímos para nos concentrar na incorporação e construção de empreendimentos residenciais de baixa renda, também enquadrados no Programa Minha Casa Minha Vida", segundo o prospecto da oferta.

Os bancos coordenadores da oferta são Itaú BBA, BTG Pactual, Bradesco BBI, Morgan Stanley e Caixa.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook