Trump está disposto a assinar novo pacote trilionário, diz chefe de gabinete

Por outro lado, a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, democrata, se apega às suas exigências de um projeto de US$ 2,2 trilhões

Lisa Lambert, da Reuters
28 de agosto de 2020 às 19:13

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fala na última noite da Convenção Nacional do Partido Republicano

Foto: CNN (28.ago.2020)

O chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, afirmou nesta sexta-feira (28) que o presidente Donald Trump está disposto a assinar um plano de ajuda para aliviar os impactos do coronavírus de US$ 1,3 trilhão, com um aumento em US$ 300 bilhões em relação à proposta do líder da maioria no Senado, Mitch McConnell.

O presidente republicano está "agora disposto a assinar algo em torno de US$ 1,3 trilhão", um "número que foi oferecido em privado", mas a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, democrata, se apega às suas exigências de um projeto de US$ 2,2 trilhões, disse Meadows a repórteres.

Leia também:
Estados Unidos autorizam uso do plasma convalescente para tratamento da Covid-19
Estados Unidos ampliam restrições da Huawei à tecnologia do país

O membro republicano McConnell propôs um plano de US$ 1 trilhão concentrado fortemente em proteções de obrigações para empresas e escolas. Meadows acrescentou que teve "algumas tratativas muito boas" tanto com democratas progressistas, quanto moderados, enquanto ajuda a negociar a última rodada de estímulo econômico.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook