Sachsida elogia Guedes e diz que recuperação econômica está no 'caminho certo'


Da CNN, em São Paulo
02 de setembro de 2020 às 20:16

O secretário de política econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, disse em entrevista à CNN nesta quarta-feira (2) que a parceria que o governo federal tem com o Congresso Nacional na área econômica indica que “estamos no caminho certo [para a retomada]".

Sachsida acredita que neste ano o país ainda sofrerá uma queda expressiva do Produto Interno Bruto (PIB) devido à pandemia do novo coronavírus, mas será muito menor do que muitos previam.

“Isso mostra que as medidas do governo em parceria com o Congresso deram excelentes resultados”, disse. O secretário também parabenizou o povo brasileiro que, segundo ele, foi “criativo”.

“O e-commerce deu grandes pulos, o brasileiro encontrou novas formas de fazer negócio, e isso certamente ajudou a diminuir a queda do PIB”, avaliou.

Na terça-feira (1º), também em entrevista à CNN, o economista Eduardo Giannetti afirmou que, diferentemente do ministro da Economia, Paulo Guedes, a retomada econômica do país não será em “V”, e sim em formato de til (~).

O secretário da pasta discordou da opinião do especialista. 

“Quando eu olho os dados de energia, por exemplo, você vê várias variáveis que retomaram em ‘V’, tal como Guedes havia previsto. Quando olho para frente e vejo a maravilhosa parceria que o governo federal e o Congresso têm na área econômica fica claro para mim que estamos no caminho certo”, disse Sachsida, elencando as aprovações do projeto de lei do saneamento e do gás.

Assista e leia também:

Reforma administrativa prevê mais autonomia a presidente para edição de decretos

Corte de salários de atuais servidores é discutido por equipe que estuda reforma

Com pandemia, PIB brasileiro recua 9,7% no 2º tri e entra em recessão técnica

“Os grandes marcos regulatórios estão sendo aprovados. Isso quer dizer mais investimento privado”, afirmou. “E, se insistirmos na consolidação fiscal e nas reformas para o mercado, vamos, sim, entrar definitivamente dentro de um caminho sustentável”, acrescentou. 

Ele também reiterou a importância da agenda de reformas. “O auxílio emergencial é importante, o Congresso é um parceiro, e aí, passo a passo, aprovando as reformas econômicas, a consolidação fiscal, vamos entrar no caminho da prosperidade.”

'É um brasileiro que quer ajudar o país'

Sachsida ainda teceu elogios a Guedes. “O ministro é um grande líder e tem mostrado isso. Aprovou a maior reforma estrutural da história da previdência brasileira, do FGTS, sempre em parceira com o Congresso”, disse.

Segundo ele, o ministro da Economia começa a “funcionar” às 5h da manhã, e, se recebe mensagem no WhatsApp às 23h, meia noite, “está sempre respondendo”. 

“É um brasileiro que quer ajudar o país, da mesma maneira que o Senado e a Câmara estão querendo ajudar”, disse.

(Edição do texto: Paulo Toledo Piza).