Brasileira Vitru, de ensino à distância, pode captar US$ 310 mi em IPO na Nasdaq

Empresa definiu a faixa de preço entre US$ 22 e US$ 24 por açã,o e se juntaria a outros três brasileiras de educação listadas nos EUA

Reuters
08 de setembro de 2020 às 20:03

Pedestre caminha de máscara em frente à Bolsa de Valores de Nova York

Foto: Lucas Jackson/Reuters (18.mar.2020)

A empresa brasileira de ensino à distância Vitru planeja uma oferta inicial de ações na Nasdaq que pode captar até US$ 310 milhões, segundo um comunicado desta terça-feira.

A empresa, antes conhecida como Uniasselvi, definiu a faixa de preço entre US$ 22 e US$ 24 por ação. Tanto a Vitru quanto seus acionistas - as empresas de private equity Carlyle, Neuberger Berman e Vinci Partners - venderão ações na oferta.

Leia também: 

Ações da Tesla, Apple e Google despencam: acabou a empolgação com as big techs?

A empresa oferecerá 6 milhões de ações, enquanto as firmas de private equity venderão 5.230.126 ações. Incluindo a emissão de lotes, a oferta pode chegar a 12.914.644 ações.

Com 279 mil alunos, a Vitru apresentou receita líquida de R$ 256,7 milhões e lucro líquido de R$ 52,4 milhões no primeiro semestre.

A Vitru disse que planeja usar os recursos do IPO para expandir seus negócios, inclusive por meio de aquisições.

Ele se juntaria a outros três grupos brasileiros de educação listadas nos EUA, Arco, Afya e Vasta.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook