Governo troca comando da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia

Diego Freire, da CNN, em São Paulo
09 de setembro de 2020 às 02:11 | Atualizado 09 de setembro de 2020 às 03:30
Sudam tem como objetivo gerar incentivos para o desenvolvimento da região amazônica
Foto: CNN Brasil

Em portarias publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (9), o governo federal trocou o comando da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), autaquia voltada a promover o desenvolvimento da região amazônica por meio incentivos fiscais e financeiros para atrair investidores.

Com os atos, assinados pelo ministro-chefe da Casa Civil Walter Braga Netto, o atual superintendente Paulo Roberto Correia da Silva foi exonerado, dando lugar a Louise Caroline Campos Low, nomeada na mesma edição do DOU.

Leia também:
Brasil vai zerar tarifa de importação para 400 mil toneladas de arroz

Anteriormente, Louise foi  assessora técnica na Coordenação-Geral de Acompanhamento Financeiro da Diretoria de Acompanhamento do Orçamento Impositivo da Secretaria Especial de Relações Institucionais da Secretaria de Governo da Presidência da República.

A Sudam tem como missão promover o desenvolvimento includente e sustentável de sua área de atuação e a integração competitiva da base produtiva regional na economia nacional e internacional.

Tem entre as principais competências definir objetivos e metas econômicas e sociais que levem ao desenvolvimento sustentável de sua área de atuação; formular planos e propor diretrizes para o desenvolvimento em consonância com a Política de Desenvolvimento Regional – PNDR, articulando-os com os planos nacionais, estaduais e locais; e propor diretrizes para definir a regionalização da Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior - PITCE, que considerem as potencialidades e as especificidades de sua área de atuação entre outras.