Medida que zera tarifa de importação de arroz é publicada no Diário Oficial

No último ano, o preço do arroz variou mais de 100%, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea/USP)

Victória Cócolo, da CNN, em São Paulo
10 de setembro de 2020 às 03:40 | Atualizado 10 de setembro de 2020 às 05:21
Tereza Cristina, ministra da Agricultura, em entrevista à CNN
Foto: CNN (08.set.2020)

Em publicação no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (10), a Câmara de Comércio Exterior (Camex), zerou a alíquota do imposto de importação para o arroz em casca e beneficiado. 

O ato diz que a medida começa a valer um dia após a publicação, até 31 de dezembro de 2020. 

Leia também:
Com alta de preço, associação de supermercados sugere trocar arroz por macarrão

'Não estamos tabelando o arroz', diz Secretaria após notificar supermercados

A informação foi adianta pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, em entrevista exclusiva à CNN, na terça-feira (8). De acordo com ela, a ação foi tomada para equilibrar o mercado e afastar o risco de desabastecimento. 

No último ano, o preço do arroz variou mais de 100%. O valor da saca de 50 kg em 9 de setembro deste ano atingiu de R$ 104,39. As informações são do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea/USP).