Apple lança sua iMáscara contra a Covid-19, porém só para funcionários

De acordo com a empresa, os funcionários podem lavar e reutilizar a máscara por até cinco vezes a máscara, que foi criada na própria sede da Apple, nos EUA

Do CNN Brasil Business, em São Paulo
11 de setembro de 2020 às 14:24 | Atualizado 11 de setembro de 2020 às 14:53
Loja da Apple, em Seul: funcionários da empresa receberão máscaras nos próximos 14 dias
Foto: Deirdre O'Brien/Apple

A luta contra a Covid-19 continua, mesmo com a doença diminuindo de tamanho em alguns países. Mas com as empresas voltando ao ritmo normal pré-pandemia, algumas companhias estão tentando criar maneiras para que os seus funcionários fiquem menos expostos. A solução vista pela Apple foi criar a sua própria máscara.

A Apple Face Mask (não, ela não se chama iMask) foi criada dentro de casa, na própria sede da empresa em Cupertino, na Califórnia. Os responsáveis foram as próprias equipes de engenharia e design – que também criaram produtos como o iPhone e o iPad. São três camadas de tecido, que ajudam a filtrar com mais efetividade as partículas que entrariam na boca e no nariz.

Leia também:
Ações da Tesla, Apple e Google despencam: acabou a empolgação com as big techs?
‘A Netflix é uma empresa de entretenimento, não de tecnologia’, diz fundador

Segundo a definição da Apple divulgada para os funcionários, e publicada pelo site de notícias americano Mashable, a máscara é “leve, confortável e efetiva para cuidar da segurança de todos.”

De acordo com a empresa, os funcionários podem lavar e reutilizar a máscara por até cinco vezes. O design da máscara tem cordas ajustáveis para caber em torno das orelhas de uma pessoa.

As fotos da máscara ainda não foram divulgadas, mas a revista Fortune, nos Estados Unidos, afirma que possui um estilo único. Já o Mashable afirma que ela não tem nada de mais e que seu formato é triangular.

A companhia confirmou a notícia e afirmou que enviará exemplares das máscaras para os seus funcionários ao redor do mundo nas próximas duas semanas.

Resta a dúvida se os fãs da Apple, que já estão de olho no lançamento do iPhone 12, também vão atrás para ter as suas.  

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook