Z Proto: Nissan revela protótipo de esportivo que promete ser bom e barato

A última versão dos esportivos da Nissan foi lançada em 2009 nos Estados Unidos com o modelo 370Z. Até então, a linha não ganhou outra atualização significativa

Peter Valdes-Dapena, do CNN Business, em Nova York
16 de setembro de 2020 às 13:48
O Nissan Proto Z, novo protótipo para carros esportivos da Nissan
Foto: Divulgação/Nissan

A Nissan anunciou, na noite desta terça-feira (15) o Z Proto, mostrando o que será a primeira versão do esportivo Nissan Z em mais de uma década. O Z Proto é um "protótipo quase em produção", de acordo com a empresa.

A linha Z da Nissan tem muitos fãs e seus primeiros modelos se tornaram itens de coleção. Os 240Zs originais que estão em boas condições valem hoje cerca de US$ 20 mil, de acordo com avaliadores de carros. Mas um modelo raríssimo de 1971, com apenas 31 mil quilômetros rodados, foi vendido em janeiro por US$ 310 mil. 

A última versão dos esportivos da Nissan foi lançada em 2009 nos Estados Unidos com o modelo 370Z. Até então, a linha não ganhou outra atualização significativa. 

Leia também:
GM avalia entrar no mercado de 'carros voadores', dizem fontes
Tesla lança estação para carregar carros elétricos em apenas 5 minutos

O novo Z Proto tem vários elementos de design extraídos dos Z anteriores. A forma do capô e faróis lembram o esportivo 240Z. A pintura amarela do protótipo anunciado ontem lembra a dos primeiros Zs. 

Por dentro, o Z Proto tem um volante que lembra os carros clássicos esportivos do final dos anos 1960. Além disso, o novo modelo tem transmissão manual, algo raro hoje em dia, mesmo em esportivos. As lanternas traseiras são inspiradas nas do 300ZX, dos anos 90.

O clássico Datsun 240Z (à esquerda) ao lado do Nissan Proto Z
Foto: Divulgação/Nissan

O Z original, o Datsun 240Z, de 1970, é conhecido por mudar as percepções dos americanos sobre os carros japoneses. Antes, havia carros esportivos japoneses, inclusive da Nissan, mas o 240Z era diferente. Era relativamente acessível, ao contrário do belo, mas caro 2000GT da Toyota, embora oferecesse um desempenho atraente.

"O Z realmente mudou o jogo", disse Ben Hsu, editor do site JapaneseNostalgicCar.com e autor do livro "Classic Japanese Performance Cars". "Ele tinha o poder de carros esportivos maiores, mas não custava tanto quanto carros esportivos maiores e mais caros, como Porsches."

Uma versão do coupé Nissan Fairlady Z, apresentado ao mesmo tempo no Japão, o Datsun 240Z foi projetado especialmente para o mercado dos Estados Unidos. Duas mudanças importantes foram feitas para o mercado americano. Primeiro, o americano Z ganhou um motor maior e mais potente e o nome Fairlady foi abandonado em favor de um número.

O número ficaria maior com as futuras gerações, incluindo o 280ZX, 300ZX e 370Z. Enquanto isso, o nome Fairlady continuou no Japão.

A Nissan ainda não disse quando o novo modelo Nissan Z chegará ao mercado ou quanto custará. Hsu disse que espera que a nova versão permaneça fiel ao apelo original do Z em desempenho acessível, com ênfase no prazer sobre as estatísticas de desempenho.

"O mundo não precisa de mais supercarros", disse ele. "O mundo está repleto de supercarros que são insanamente rápidos e caros. O que nos falta são carros no segmento inferior do mercado."

Texto traduzido, clique aqui para ler o original em inglês

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook