'Fallout' e 'Doom': Microsoft compra empresa de jogos por US$ 7,5 bilhões

Com a aquisição do estúdio por trás dos títulos, a empresa fundada por Bill Gates fortalece a oferta de jogos para o videogame Xbox

Munsif Vengattil, da Reuters, em Bengaluru
21 de setembro de 2020 às 12:13
Xbox Series X (E) e Xbox Series S serão lançados em 10 de novembro; videogames da Microsoft custarão, respectivamente, US$ 499 e US$ 299
Foto: Divulgação/ Microsoft

A Microsoft anunciou, nesta segunda-feira (21), que irá adquirir a ZeniMax Media por US$ 7,5 bilhões, fortalecendo a oferta de jogos do Xbox com o estúdio por trás de títulos como "Fallout" e "Doom".

A ZeniMax é a proprietária da Bethesda Softworks, que também desenvolveu sucessos como "The Elder Scrolls", "Wolfenstein" e "Dishonored".

A Microsoft disse que planeja trazer os futuros jogos da Bethesda para seu serviço de assinatura mensal Xbox Game Pass quando forem lançados no Xbox e computadores. O Game Pass agora tem mais de 15 milhões de assinantes, acrescentou a Microsoft.

Leia também:
Por que uma arma do jogo Counter-Strike pode valer R$ 700 mil? Conheça o mercado
‘A Netflix é uma empresa de entretenimento, não de tecnologia’, diz fundador

O setor de games tem se beneficiado devido à forte demanda de jogadores isolados durante a pandemia de Covid-19, e a Microsoft aposta em oferecer aos usuários muitas maneiras de jogar por meio de seu serviço de nuvem e consoles com preços diferentes.

A Microsoft disse que o negócio com a ZeniMax será fechado no segundo semestre do ano fiscal de 2021 e terá um impacto mínimo no lucro operacional ajustado nos anos fiscais de 2021 e 2022.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook