Ex-presidente do BC critica ação ambiental do governo e vê riscos para economia

Para o economista, não são só os investidores estrangeiros que se preocupam com questões ambientais, mas também empresários e investidores brasileiros

Da CNN, em São Paulo
21 de setembro de 2020 às 22:17
Armínio Fraga, economista e ex-presidente do Banco Central em entrevista para a CNN (21.set.2020)
Foto: CNN Brasil

O economista Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central, afirmou em entrevista à CNN nesta segunda-feira (21) que os rumos da política ambiental preocupam pelos potenciais danos para a vida cotidiana dos brasileiros e também pelos possíveis reflexos na economia.

"Há uma enorme preocupação com o impacto das mudanças climáticas na vida das pessoas. Estamos vendo uma pequena mostra de desastres, não é imaginação estatística, é realidade. Se não tivermos mudanças importantes, iremos passar por eventos dramáticos” disse Fraga, em entrevista à colunista Raquel Landim.

O ex-presidente do BC criticou a forma que o governo Jair Bolsonaro (sem partido) vem lidando com um assunto, que classificou como "frouxa".

Assista e leia também:

Amazônia e Pantanal: fumaça de queimadas se espalha por Sul e Sudeste do Brasil

Autoridades ‘não têm a opção de negligenciar’, diz Maia sobre queimadas

"Não tenho outra palavra para descrever. É uma certa continuidade com o que se viu na pandemia: acharam que não era um problema, diziam que não existia base científica para isso", criticou Armínio Fraga.

Para o economista, não são só os investidores estrangeiros que se preocupam com questões ambientais, mas também empresários e investidores brasileiros, que, segundo ele, estão “absolutamente sintonizados com a importância de tomar providências a respeito” do meio ambiente.

(Edição: Sinara Peixoto)