CEB Distribuição, de Brasília, terá preço mínimo de R$ 1,4 bi na privatização

O leilão de venda será realizado na B3 e a assembleia foi marcada para o dia 13 de outubro de 2020, às 15 horas, online

Estadão Conteúdo
27 de setembro de 2020 às 14:08
Estação de energia: CEB distribuição inicia processo de venda 
Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

A privatização da companhia elétrica CEB Distribuição, responsável pelo fornecimento em Brasília, deve ter um preço mínimo de venda de R$ 1,42 bilhão. O valor foi informado pela CEB, em fato relevante divulgado no sábado (26).

O Conselho de Administração da CEB aprovou no sábado a convocação de Assembleia Geral Extraordinária com vistas à aprovação da alienação de 100% (cem por cento) das ações representativas do capital social total votante da CEB Distribuição S.A. ("CEB-D").

Leia também:
Copel define preço de leilão de unidade de telecom em R$ 1,4 bi e marca data
Comercializadoras de energia brasileiras estimam impacto de R$ 5 bi por Covid-19
Leilões privados de energia renovável no Brasil viram tendência no setor

O leilão de venda será realizado na B3. A assembleia foi marcada para o dia 13 de outubro de 2020, às 15 horas, online.

A empresa explicou que o valor se refere à média dos resultados líquidos das duas avaliações econômico financeiras elaboradas por consultorias autônomas e independentes, contratadas pelo BNDES.

No mês passado, a empresa assinou com o BNDES um contrato de prestação de serviços para a estruturação do projeto de alienação do controle societário da CEB Distribuição.

Clique aqui e siga o perfil do CNN Brasil Business no Facebook