Para Papa Francisco, o capitalismo falhou durante a pandemia

"O mercado por si só não pode resolver todos os problemas, por mais façam a gente acreditar nesse dogma da fé neoliberal", escreveu o papa

Della Gallagher e Alexis Benveniste, do CNN Business, em Nova York
04 de outubro de 2020 às 14:14 | Atualizado 23 de fevereiro de 2021 às 11:29
O papa Francisco apareceu sorridente em sua primeira audiência com público
O papa Francisco apareceu sorridente em sua primeira audiência com público desde o início da pandemia
Foto: Guglielmo Mangiapane - 2.set.2020/ Reuters

Para o Papa Francisco, a pandemia do novo coronavírus demonstrou que as políticas de livre mercado não conseguem solucionar todas as questões essenciais da humanidade. 

Intitulada de "Fratelli Tutti" (Todos Irmãos), a encíclica de 70 páginas publicada neste domingo (04), traz a visão do Papa Francisco para um mundo pós-pandemia.

"O mercado por si só não pode resolver todos os problemas, por mais façam a gente acreditar nesse dogma da fé neoliberal", escreveu o papa.

Leia também:
A lista de bilionários brasileiros e o que ela diz sobre nossas desigualdades
Pandemia pode forçar mulheres a saírem do mercado de trabalho, diz McKinsey
Reforma administrativa não aborda desigualdade entre servidores, diz economista

Francisco também acrescentou que a teoria capitalista de livre mercado "se reproduz" recorrendo às teorias mágicas de "transbordamento" (teoria econômica) como única solução para os problemas sociais.

A encíclica reiterou a visão do Papa de uma sociedade mais comunal, que vai além ao uso da propriedade privada.

"A tradição cristã nunca reconheceu o direito à propriedade privada como algo absoluto ou inviolável", escreveu.

Além disso, a encíclica traz uma ampla gama de tópicos sociais, incluindo temas como imigração, pena de morte, populismo e injustiça econômica. O Papa também trouxe à tona questões sobre o racismo, que ele chamou de  "vírus que muda rapidamente e, em vez de desaparecer, se esconde e espreita à espera".

Francisco ainda questionou a demora para a Igreja Católica condenar inequivocamente a escravidão.


"Fratelli Tutti" é a terceira encíclica do Papa Francisco, e ele a assinou no túmulo de São Francisco em Assis.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

(Matéria traduzida. Leia a original em inglês)