Maia e Alcolumbre prorrogam comissão da reforma tributária até 10 de dezembro

O ato foi publicado no Diário Oficial do Congresso e atende a pedido do presidente do colegiado, senador Roberto Rocha (PSDB-MA)

Por Igor Gadelha, CNN  
14 de outubro de 2020 às 13:05
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia
Foto: Will Shutter/Câmara dos Deputados

Os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), assinaram ato conjunto prorrogando até 10 de dezembro os trabalhos da comissão mista que analisa a PEC da reforma tributária no Congresso.

O ato foi publicado no Diário Oficial do Congresso e atende a pedido do presidente do colegiado, senador Roberto Rocha (PSDB-MA). A ideia do parlamentar é tentar votar a proposta na comissão até 10 de dezembro, a sete dias úteis para o início do recesso parlamentar.

Leia também:
Bolsonaro prorroga por mais dois meses cortes de jornadas e salários
Flexibilização de política fiscal pode afastar investidores, diz Campos Neto
Guedes diz ao FMI que procura 'forma sustentável' para criar programa social

Em entrevista à CNN Rádio nesta terça-feira (13), Maia afirmou que pode pautar a PEC no plenário da Câmara até o primeiro turno das eleições municipais, em 15 de novembro, desde que parlamentares cheguem a um consenso sobre o texto, o que ainda não aconteceu.

Nos bastidores, porém, líderes de partidos do Centrão, grupo que tem maioria no parlamento, preveem que a votação da proposta nos plenários da Câmara e do Senado deve ficar para 2021, em razão do pleito municipal e da falta de consenso sobre o texto.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook