Mais otimista que o mercado: equipe econômica prevê queda do PIB de 4% em 2020

Essa é uma retração menor que a estimada pelo próprio Banco Central em setembro, no Relatório Trimestral de Inflação

Fernando Nakagawa
Por Fernando Nakagawa, CNN  
20 de outubro de 2020 às 07:15
Capa do podcast Abertura de Mercado
Foto: CNN Brasil

Para o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, o Produto Interno Bruto do país deve ter queda de 4,5% neste ano. Já o ministro da Economia, Paulo Guedes, foi ainda mais otimista e citou que a contração da economia poderá ser de 4% neste ano.

No episódio de hoje:

- O governo brasileiro já trabalha com previsão de que o tombo da economia neste ano será menor que 5%;
- Para o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, o Produto Interno Bruto do país deve ter queda de 4,5% neste ano;
- Essa é uma retração menor que a estimada pelo próprio Banco Central em setembro, no Relatório Trimestral de Inflação;
- Em outro evento, o ministro da Economia, Paulo Guedes, foi ainda mais otimista e citou que a contração da economia poderá ser de 4% neste ano;
- O presidente Jair Bolsonaro voltou a falar que o governo não tem como manter o pagamento do auxílio emergencial por muito tempo por causa do endividamento do país;
- Ele explicou: "eu sei que os R$ 600 é pouco para quem recebe, mas é muito para o Brasil. Tem que ter responsabilidade para usar a caneta Bic";
- Nubank e Mercado Pago foram notificados pelo Procon de São Paulo por reclamações de que as duas empresas teriam feito cadastros no Pix sem autorização dos clientes;
- Clientes também estariam tendo dificuldade para cancelar o cadastramento nessas duas instituições;
- O Nubank é o líder de cadastros no Pix até agora, com mais de 8 milhões de chaves cadastradas. Em seguida, está o Mercado Pago, com 4,7 milhões de cadastros;
- Qualquer cadastramento sem autorização clara do cliente fere a liberdade de escolha garantida pelo Código de Defesa do Consumidor e configura prática abusiva;
- Procurado, o Nubank informou em nota que as chaves foram cadastradas com devida autorização;
- Já o Mercado Pago informou que os cadastros foram feitos conforme as regras do banco central e as reclamações representam apenas 0,01% dos cadastros;
- Segundo o Banco Central, até ontem eram 42,2 milhões cadastros no Pix; 
- Duas das maiores administradoras de shoppings do brasil estão conversando para unir as operações;
- A brMalls tem 31 shoppings, entre eles o Villa Lobos e Metrô Santa Cruz, em São Paulo, Norte e Tijuca, no Rio de Janeiro, e Recife, no Recife;
- Já a Ancar Ivanhoe é dona de outros 25 shoppings, entre eles o Eldorado e Metrô Itaquera, em São Paulo, Madureira, Nova Iguaçu e Rio Design, no Rio;
- Agentes do mercado financeiro gostaram muito da notícia das negociações e as ações da brMalls fecharam em alta de 5,43%, a R$ 9,32;
- O Grupo Big Brasil pediu ontem registro para uma oferta inicial de ações;
- A rede é dona das marcas que substituíram o Walmart no Brasil, como o próprio Supermercado Big, além do Sam’s Club, Bompreço, Maxxi e Mercadorama;
- Com o dinheiro obtido com a venda das ações, a marca quer abrir novas lojas de atacado e postos de combustível, além de converter lojas de varejo em atacado e reformar lojas atuais; 
- Ainda no varejo, os controladores da C&A podem estar de malas prontas para sair do Brasil, segundo informação publicada pelo Jornal Valor Econômico;
- Segundo a reportagem, a empresa holandesa gostaria de vender os negócios locais para concentrar esforços no negócio na Europa;
- Fundadora da marca, a família Brennin-Kmeijer tem atualmente 65% da operação brasileira;
- Nos últimos anos, a família também vendeu outros negócios importantes em mercados emergentes, como na China e México;
- Em fato relevante ao mercado, a C&A brasil informou que nenhum processo está em andamento no brasil e que o grupo holandês continua sendo apoiador do negócio brasileiro;
- AGENDA: No Brasil, pela manhã sai a segunda prévia do IGP-M de outubro;
- Nos Estados Unidos, saem dados do mercado de construção civil às 9h30;
- Grupo Neoenergia divulga balanço do terceiro trimestre.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook