Ações da China recuam com pressão dos setores de saúde e industrial


Da Reuters
22 de outubro de 2020 às 08:00 | Atualizado 22 de outubro de 2020 às 08:01
bolsa china

Bolsas asiáticas fecharam o dia sem direção específica

Foto: Toru Hanai/File Photo/Reuters

Os índices da China fecharam em baixa nesta quinta-feira (22), com as ações do setor de saúde e industrial liderando as perdas, conforme investidores ignoraram a promessa dos parlamentares do país de equilibrar a necessidade de crescimento econômico estável e prevenção de riscos financeiros.

Ao fim do pregão, o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,3%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,4%.

Leia também:
Os planos do Mercado Livre para ter a maior Black Friday de sua história
BDR: Conheça a nova regra da B3 que permite que você vire sócio de Warren Buffet

Puxaram os indicadores para baixo o componente de saúde do CSI300, que perdeu 1,6% acompanhando as perdas nos mercados relacionados às vacinas, e o setor industrial, que caiu 1,1%.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,13%, a 24.786 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,38%, a 3.312 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,31%, a 4.777 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,67%, a 2.355 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,31%, a 12.917 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,11%, a 2.528 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,29%, a 6.173 pontos.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook