Com Biden, indústria brasileira acredita em novos acordos com os EUA


Da CNN
11 de novembro de 2020 às 08:41 | Atualizado 11 de novembro de 2020 às 09:02

A vitória do democrata Joe Biden nos Estados Unidos é vista como positiva para a indústria brasileira. Setores acreditam que o presidente eleito possa reverter decisões de Donald Trump que restringiram o acesso de produtos brasileiros ao mercado americano.

Para Renato Bitter, diretor da Savyon Indústria Têxtil, a chegada de Biden à Casa Branca não deve interferir nas relações comerciais entre Brasil e os EUA. 

"Se o nosso produto pode agregar algum valor para os nossos clientes, é, realmente, o que eles levam em consideração. Os EUA não consideram o fato, ao meu ver, de alguma relação com alguma relação política,seja ela melhor ou pior", avaliou o empresário. 

Leia também:

Brasil sinaliza apoio à iniciativa dos EUA que exclui chineses do 5G
Joe Biden quer investir US$ 2 trilhões em plano ambiental

Apesar do clima favorável neste momento, especialistas indicam ter cautela para saber como, de fato,  vai ficar as relações comerciais daqui para frente.

Joe Biden fez coletiva para falar sobre ações contra a Covid-19

Joe Biden 

Foto: CNN Brasil

"Comércio é comércio. Relações políticas e diplomáticas são outra coisa. Portanto, acho que o Brasil representa bastante para eles [os EUA]", diz Carlos Abijaodi, diretor de desenvolvimento da CNI. 

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook