IFood: Não é momento de IPO, mas é uma conversa que temos, diz presidente

Fabrício Bloisi participou do Congresso Mercado de Capitais, organizado pela Anbima e pela B3.

Talita Nascimento, do Estadão Conteúdo
25 de novembro de 2020 às 21:05
iFood
Logotipo do aplicativo iFood
Foto: IFood/ Reprodução

O presidente do IFood e cofundador da Movile, Fabrício Bloisi, disse nesta quarta-feira, 25, que ainda não é momento de uma abertura de capital de suas empresas.

"Falando de Movile e IFood, acreditamos que temos tamanho para isso. Estamos capitalizados e fazendo vários investimentos. Não é momento agora. É uma conversa que temos no conselho e que pode ser reavaliada", disse.

Leia também: 

Rappi reclama do iFood no Cade – e a guerra dos apps vai além dos cupons

O executivo participou do Congresso Mercado de Capitais, organizado pela Anbima e pela B3. Junto com ele, está Guilherme Benchimol, da XP, que avaliou que a agenda de IPOs nos próximos meses "será brutal" e com muita liquidez no mercado.

Benchimol disse ainda que após a quarentena que a empresa tem de cumprir, a empresa será listada no Brasil em forma de BDR. O que deve acontecer no ano de 2021.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook