Ex-presidente da Zappos, Tony Hsieh, morre aos 46 anos após incêndio

Loja online de calçados, comprada pela Amazon em 2009, se tornou referência em comércio eletrônico e empreendedorismo

Do CNN Brasil Business, em São Paulo*
28 de novembro de 2020 às 23:13
Campus da Zappos: Hsieh apoiou a criação da empresa em 1999
Foto: Zappos/Divulgação

Tony Hsieh, o ex-presidente da Zappos, morreu tranquilamente e cercado pela sua família na sexta-feira (27), de acordo com uma nota enviada à CNN por Megan Fazio, porta-voz da DTP Companhies, empresa de Las Vegas com a qual Hsieh colaborava. 

Hsieh, de 46 anos, não resistiu a ferimentos causados por um incêndio doméstico que ocorreu em Connecticut enquanto ele visitava sua família, de acordo com Fazio. 

Hsieh, que vinha do fundo de investimentos Venture Frogs, conheceu o fundador da Zappos, Nick Swinmurn, em 1999, e os dois se uniram para ajudar na empreitada de colocar o projeto de pé. 

A empreitada de Swinmurn era simples, mas, àquela época, ainda bastante original: a partir de uma dificuldade pessoal de encontrar nas lojas de São Francisco um modelo de chuteiras que buscava, teve a ideia de fazer uma loja online onde fosse possível encontrar uma grande diversidade de calçados no mesmo lugar.  

Leia também: 

Jeff Bezos com US$ 1,9 bilhão no bolso: empresário vende participação na Amazon

O “zappos” do nome veio de “zapatos”, ou sapatos em espanhol. Hsieh mergulhou no projeto e viraria também o CEO, cargo que havia acabado de deixar, em agosto deste ano, após duas décadas na empresa. 

De sua fundação para frente, a Zappos viraria referência não só em comércio eletrônico mas também em liderança e empreendedorismo, pelas ideias pioneiras de colocar satisfação de colaboradores e clientes como base do negócio. 

Não à toa, a Amazon desembolsou US$ 927 milhões para comprar o e-commerce de calçados em 2009.

Homenagens

“A gentileza e a generosidade de Tony tocavam as vidas de todos ao seu redor, e iluminaram o mundo para sempre”, disse a família de Hsieh em uma mensagem compartilhada com a CNN por Fazio, da DTP Companhies

Seu mantra: entregar felicidade, de acordo com a família. 

“Em vez de lamentar por sua passagem, nos pedimos a vocês que se juntem a nós para celebrar sua vida”, acrescenta a mensagem. 

Hsieh era amplamente conhecido por sua liderança na Zappos. Ele havia se aposentado recentemente do cargo depois de passar 20 anos na companhia, escreveu o atual CEO da Zappos, Kedar Deshpande, em uma nota na sexta-feira.

"O mundo perdeu um grande visionário e um ser humano incrível”, disse Deshpande. “Nós reconhecemos que não só perdemos um líder inspirador, mas muitos de vocês perderam também um mentor e um amigo.”

Hsieh também teve “um papel chave em ajudar na transformação do centro de Las Vegas”, escreveu o governador de Nevada, Steve Sisolak, no Twitter. “Kathy e eu enviamos nosso amor e condolências à família e aos amigos de Tony neste momento difícil.”

Cedric Crear, vereador de Las Vegas, disse estar “entristecido” pela notícia. “Uma pessoa tão criativa e inovadora que ajudou a mudar de maneira positiva a paisagem do centro de Las Vegas”, disse, no Twitter. 

“Estávamos trabalhando em alguns projetos muito bacanas para a cidade. Que Deus tranquilize sua família, colegas e nossa comunidade.” 

*Com informações de Alta Spells e Christina Maxouris, da CNN