Fed estende quatro programas emergenciais de liquidez para 31 de março de 2021

Medida visa ajudar investidores em seu planejamento durante o início do próximo ano, conforme a economia se recupera da pandemia do coronavírus

Reuters
30 de novembro de 2020 às 13:16
Edifício do Federal Reserve em Washington, nos Estados Unidos (19.mar.2019)
Foto: Leah Mills/Reuters

O banco central norte-americano, Federal Reserve (Fed), afirmou nesta segunda-feira (30) que está estendendo programas emergenciais de liquidez para notas promissórias e outros importantes mercados financeiros até 31 de março — um passo para ajudar investidores em seu planejamento durante o início do próximo ano, conforme a economia se recupera da pandemia do coronavírus.

Os programas, separados das ferramentas de crédito cujo término em 31 de dezembro foi determinado pelo Tesouro dos Estados Unidos, incluem o instrumento de liquidez de notas promissórias, a ferramenta de crédito para dealers primários, o programa de liquidez de fundos mútuos de mercado monetário e o programa de proteção à folha salarial.

Leia também:
'A economia como a conhecíamos pode ser coisa do passado', diz presidente do Fed
Ex-presidente do Fed, Alan Greenspan sobre pandemia: “Nunca vi nada assim”