Vale receberá R$1,22 bi após BNDESPar exercer opção de compra de ações da VLI

No momento, a Vale possui 37,6% na VLI, na qual é a maior acionista, segundo informações do site da companhia

Luciano Costa, Reuters
09 de dezembro de 2020 às 11:47
Logo da Vale em prédio no Rio de Janeiro
Foto: Ricardo Moraes/Reuters

A mineradora Vale informou que foi notificada pelo braço de participações do BNDES sobre o exercício integral pelo banco de uma opção de compra de ações de emissão da empresa de logística VLI atualmente detidas pela companhia.

"Com o exercício desta opção, a Vale receberá, por 8% de participação na VLI, cerca de 1,223 bilhão de reais no dia 11 de dezembro de 2020, passando a deter 29,6% do total de ações da VLI", disse a mineradora em comunicado nesta quarta-feira.

Leia também:
Brasil ainda não sabe qual será o Orçamento de 2021 – e por que isso é ruim
China experimenta moeda digital para tirar hegemonia do dólar

No momento, a Vale possui 37,6% na VLI, na qual é a maior acionista, segundo informações do site da companhia.

A operação pelas ações da empresa decorre de entendimentos firmados entre a Vale e o BNDESPar em 2015 sobre debêntures para financiamento ao projeto de expansão da Ferrovia Norte Sul, operada pela VLI, explicou a Vale.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook