Oferta de assentos da Latam em novembro foi de 33,4% do visto em 2019

Em outubro, a porcentagem foi de 28,8% e, em setembro, de 20%

Felipe Laurence, da Agência Estado
15 de dezembro de 2020 às 11:31
Avião da Latam se aproxima para pouso
Foto: Tania Rego/Agência Brasil

A Latam, empresa em recuperação judicial (Chapter 11) nos Estados Unidos, divulgou nesta terça-feira seus dados operacionais referentes ao mês de novembro e destacou a recuperação continuada das operações de passageiros.

A oferta de assentos (ASK, na sigla em inglês) total chegou a 33,4% da capacidade apresentada um ano antes, ante 28,8% registrados em outubro e 20% em setembro. Já a demanda (RPK, na sigla em inglês) no mês foi de 29,4% do tráfego visto em 2019, com ocupação média de 72,6% nas aeronaves.

Leia também:
10 ideias de presente para melhorar a vida de quem está em home office
Claro, Vivo e TIM compram operação de celular da Oi por R$ 16,5 bilhões

"A maior capacidade evidenciada durante o mês de novembro é explicada pelas operações domésticas no Brasil e Colômbia, e também pelo aumento nas operações internacionais com a reabertura de alguns mercados na América do Sul", explica a empresa.

A Latam Brasil viu sua oferta aumentar de 48,7% em outubro para 55,3% em novembro, enquanto a Latam Colômbia subiu de 20% para 47%. A ocupação de aeronaves em sua operação de carga foi de 68% em novembro, 10,7 pontos porcentuais acima do visto um ano antes.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook